segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Aventura - A velhinha e o Windows Phone (ou: praga do Burgos)

Eu criei um monstro. É é o monstro que me criou! Inception!!!
Para quem é casado, fim-de-semana é obrigatório arrumar um tempo para dar uma passada na casa dos pais e ver como tudo está indo. E neste fim-de-semana, este malcriado foi surpreendido!

Já tem um tempo que a minha mãe tá falando que quer um smartphone, porque vê todo mundo usando, porque as amigas têm whatsapp, porque todo mundo tem, e tal.

Só que ela já tá quase nos 70 anos, é analfabeta digital (tem um notebook, mas não sabe usar) e tanto ela como meu pai usam dumbphones, sendo que o do meu pai é mais avançado, porque tem lanterna e rádio FM!

Por isso, qual não foi minha surpresa ao chegar lá e dar de cara com um Lumia 535! Ela já pegou e me deu na mão: "toma, configura aí um whatsapp pra mim e me ensina a usar". Me senti o próprio Tom Cruise:

Êta, carai!
Para me eximir de qualquer merda culpa, já fui logo avisando que aquele era o primeiro Windows Phone em que eu botava a mão. Peguei o bicho e comecei a fuçar. Por algum motivo, saiu da loja com a configuração de não usar o pacote de dados, por isso estava sem internet. Superado isso, tudo funcionou.

Fez lá uma ou duas atualizações (Ruindows, né?), reiniciou e, afinal, começamos a brincar. Joguei os principais contatos que ela queria na memória do aparelho, mostrei a ela a live tile do whatsapp, dei uma aula rápida de como usar, enquanto trocava mensagens com ela e...pronto!

Eu tive a quem puxar. Em cerca de 20 min, a véia, que NUNCA tinha posto a mão num smartphone, de repente trocava mensagens de whatsapp. E com desenvoltura e...malcriadamente! o.O

É, minha gente, o fruto não cai longe da árvore! Criei um grupo da família, com minha irmã e cunhado, eu, minha mulher e a mamãe, e ontem mesmo já pude ver de onde vieram os meus genes malcriados e meus trolling skills! Pense numa véia desbocada e malcriada! Cheguei a pensar que havia criado um monstro, mas estava apenas descobrindo o monstro que me criou!

Isso deve ser praga do Burgos! PERDÃO, BURGOS, eu sei que você lê essa joça, então, por favor, volta lá na encruzilhada e retira aquela galinha preta! Peço clemência! Isso é maldade demais!

Agora, todo dia é dia de índio mamãe perturbando todo mundo a qualquer hora no whatsapp!

Meu sentimento ao abrir o whatsapp agora. ='(
Para o bem de todos e felicidade geral da internet, isso é tudo o que ela sabe fazer por enquanto, além de tirar fotos. As próximas lições devem ser voltadas para busca na internet, e eu estou seriamente tentado a ensiná-la a blogar. Se isso acontecer, o ODZ vai ter que tirar o "Z", por vergonha de perceber que a minha coroa HUMILHA no quesito zoeyra. Tremei!

Pensando bem, talvez eu apresente o Gizmodo a ela primeiro, mas divago.

Falando agora propriamente do Lumia: gostei. Tamanho bom (5"), 8GB de espaço interno, dual chip. Senti um certo lag ao arrastar a tela, e também não achei que a sensibilidade fosse muito boa. Às vezes, ao tocar no botão iniciar, por exemplo, o comando não pega, e tem que tocar de novo.

Ia reclamar disso, mas como ela já saiu da loja com uma película de vidro, provavelmente a culpa desses defeitos da tela não é do telefone. Se alguém tiver um aí, por favor, comente.

Obviamente, junto com a película de vidro, veio uma capinha. Rosa. Choque. Porque sim...kkkk

Outra coisa que não gostei foi do whatsapp em si. No Android, meus textos saem com fundo verde, e os que recebo têm fundo branco. No Windows Phone é tudo azul. A diferença é só o tom: os textos mandados saem em fundo azul escuro, e os recebidos entram em fundo azul claro. Tem que se ligar mais na posição (direita sai, esquerda entra. Pelo menos  isso não mudou). Alguém aí que tem Windows Phone (Alô, Eric!) sabe se dá pra mudar este esquema de cores?

Senti que o Windows Phone talvez seja a melhor opção para a Terceira Idade, sério mesmo. As tiles, por serem quadradas e maiores que os ícones que usamos no Android, são melhores para visualização, logo na tela inicial.

A curva de aprendizado foi curtíssima. Em cerca de 2h ela já tava toda marota, parecia uma adolescente no chat com as amigas (sim, eu botei todas as amigas dela nos contatos, e a fofoca pegou fogo). Já aprendeu a mandar emoticons e gravar mensagens. Qualquer hora eu a ensinarei a mandar fotos. SE ela não aprender primeiro!

Tenho pena do meu pai. Vai passar a semana sem comida em casa. Em todos os sentidos. =/

Meu pai: "cadê o almoço, mulher?"
Enfim, ela está feliz, eu gostei do aparelho e simpatizei com o sistema e meu pai, que inventou de entrar na loja da MS no shopping e comprar o bicho, deve estar para lá de arrependido, porque ela não tira mais a cara do celular...kkkkk

Ah, sim, este, inclusive, é o ponto negativo. Ela pagou R$ 600 pelo aparelho na loja da MS, e eu acabei de ver no Buscapé que se compra o mesmo aparelho por R$ 399,90 no Extra. =/

Mas não vou acabar com a alegria dela contando uma coisa dessas. Aliás, vou já ver se tem app do Buscapé pra Windows Phone e instalar pra ela! E prepará-la para o advento de alguma eventual Tela Azul da Morte. Afinal, é Windows!

ATUALIZAÇÃO: tinha esquecido de uma boa. Ela reclamou do meu pai: "eu falei pra ele que eu queria comprar um Smartphone, mas ele insistiu e acabei comprando este". Sim, mãe. Qual o problema? "Este está escrito Microsoft!". Ela achava que Smartphone era uma marca...kkkk

MRJ