terça-feira, 25 de agosto de 2015

Coisas que aprendi na escola

Saudades das coleguinhas...
Quem não cola não sai da escola. Esta é uma velha máxima neste nosso país de analfabetos funcionais, que já elegeu um semi-alfabetizado para Presidente da República por duas vezes e, também duas vezes, elegeu um palhaço analfabeto funcional para Deputado Federal. Mas a gente aprende outras coisas lá, também.

Uma das coisas que aprendi nos tempos de escola e que ainda uso até hoje é a capacidade de arrotar como um ogro. Aliás, como um ogro, não: como um super-ultra-mega-master ogro no level hard. De manhã, de barriga vazia, sou mais ou menos como o mestre do vídeo aí embaixo:


Minha mulher aprendeu a conviver com isso, coitada. Engraçado é quando estamos em algum lugar (por exemplo, na praia) e sempre tem um grupinho de jovens engraçaralhos e sempre tem um mais engraçaralho, que dá um gole na cerveja e solta aquele arroto maroto. Ela já olha para mim, sabendo que vai ter revide...kkkkk

Ainda não encontrei um ogro mais modafoca que eu nesse quesito, e devo isso à minha época de escola, onde fui inspirado por outros ogros juvenis a empreender a jornada que me levaria a este conhecimento.

E outro dia me choquei ao perceber como as escolas em que estudei no tempo pré-histórico anterior à era da internet acabaram me preparando, de alguma forma, para seu advento. Minha mulher estava vendo um vídeo no Feice (sim, eu odeio e não tenho, mas ela tem. Paciência), em que o mestre Dominguinhos tocava uma música acompanhado de um violinista esquisitão. Ela me mostrou, e perguntou quem era.

Como eu havia visto este programa há algum tempo na TV por assinatura, reconheci o cara e ainda falei pra ela que era um cara de nome muito esquisito, mas que não lembrava de jeito nenhum. Aí peguei o celular e pesquisei: famoso violonista brasileiro tocou com Dominguinhos. Não deu outra: entre as primeiras respostas estava o nome esquisito do virtuoso violonista: Yamandú Costa.

Isso me fez lembrar de outra máxima que aprendi na escola e que ainda me serve para tudo, seja na vida profissional ou pessoal: você não precisa ter todas as respostas. Só precisa aprender a fazer as perguntas certas.

E vocês, preciosos anjos sem asas que costumam ler este famoso blog? O que vocês aprenderam no tempo de escola que levaram para a vida? Spoiler: ninguém levou a Química para a vida, porque aquela porra não serve par nada. =P

Se alguém tiver altas viagens de saudade, escreve e manda para malcriadorj@gmail.com que eu publico em forma de post.

MRJ