sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Meus apps imprescindíveis - parte 3


Comecei esta série de posts sobre os apps que eu uso porque estou considerando a possibilidade de comprar um Windows Phone e, como sei que esta plataforma não tem tantos apps quanto a concorrência, resolvi fazer o inventário do mínimo aceitável para mim. Estes são os meus apps, e este é o último post da série.

11 - Kindle


Você tem uma conta na Amazon, com alguns ebooks comprados e quer ler no seu tablet/smartphone com uma formatação e experiência mais próxima do Kindle (apesar do brilho na tela)? Baixa lá no Google Play, que este app é para você. Eu prefiro ler no meu tablet de 10" do que no Kindle Paperwhite. Me julguem. =P

12 - Bloqueadores de anúncios

Eu uso o sistema do Google, que é uma empresa que ganha seus dólares com base em anúncios, mas alguns sites que visitamos (e, o que é pior: alguns apps que usamos!) abusam do direito de anunciar. Como se livrar disto? Com bloqueadores de anúncio. Obviamente, estes foram devidamente banidos do Google Play, mas ainda podemos baixar o Adblock Plus aqui e o sensacional Adaway (só para quem tem root) aqui. O Adaway é sensacional porque barra a publicidade in-app. Antes de comprar o aplicativo Buraco Jogatina, por exemplo, eu usava a versão grátis, que só ficou palatável com o uso do Adaway.

13 - Aplicativos Office

Para gerar a imagem acima, eu fui ao Google Play, digitei "Office" na barra de buscas e printei. Só por aí, você já pode ver uma amostra da quantidade de opções. O que é melhor para cada um? Posso dizer que já usei e comprei quase todos eles, e destaco o WPS Office (que também uso no Linux Mint), o OfficeSuite e o Polaris Office. Nesta ordem de preferência. Estes foram os que realmente gostei. Achei o Office da MS meio pesadão (principalmente o Excel, e principalmente comparado ao WPS Office!). Não gostei das opções do Google (planilhas e documentos). Prefiro o bom e velho Zoho Docs, bem menos mainstream mas bem melhor, a meu ver.

14 - Dicionários


A lista é tão vasta quanto (ou até mais que) a de aplicativos Office. Mesmo assim, você deve procurar ter um ou mais de um, se possível. Eu uso o (gratuito) VOLP, editado pela Academia Brasileira de Letras e o (caro) Aurélio. Graças às promoções de gratuidades da Amazon App Store (já falei dela no post anterior e você ainda não aproveitou, trouxa?), também tenho alguns excelentes dicionários de Inglês que baixei inteiramente digrátis, como o Oxford e o Merriam-Webster.

15 - Popcorn Time



É, seu sei. Se você também sabe mas não liga, baixa aqui, e aproveita para pegar o controle remoto que mais gostar, entre este e este. Se liga, baixa o Crackle ou o Netflix, e a amizade continua. Ou faça melhor e indique outras opções.

16 - Boadica (Bônus só para cariocas/fluminenses)

Quem é do Rio e adjacências e costuma comprar, com alguma frequência, itens tecnológicos, desde um simples cartão microSD, passando por um conjunto de teclado e mouse sem fio ou um SSD até o mais pica dos micros/notebooks gamer já se acostumou a pesquisar antes no [horroroso, mal desenhado mas funcional] site BoaDica e o aplicativo só facilita o trabalho no Android. Sim, ele é imprescindível para mim.

É isso, galera. Eu cheguei a pensar em um monte de outros apps, mas, como já falei, o objetivo era postar o mínimo aceitável. Outros apps importantes, como o WhatsApp, Waze e tal nem precisariam ser mencionados, então vou dando por encerrada a missão.

Os comentários estão aí para suas sugestões, e eu leio todas! Não deixe de ler a parte 1 e a parte 2.

MRJ