segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O outro lado do Rock in Rio

A TV está massificando informação sobre o Rock in Rio para todo o Brasil, e imagino que alguns de vocês estão até acompanhando os shows ao vivo. Mas como está sendo a cobertura da imprensa para nós, aqui no Rio?

Por aqui, a Rede Globo, principal parceira do festival, e responsável por passar seus shows ao vivo em seu canal Multishow, tem livre trânsito no evento. Por um lado, isso é muito bom, porque eles vêm cobrando soluções para problemas que surgem, como, por exemplo, o sufoco que foi chegar e voltar do festival no primeiro dia. Como resultado, a prefeitura mandou fazer modificações no esquema e parece que a coisa melhorou bastante no sábado.

Uma pequena fila se formou nas estações do BRT
Sobreviveu às mega filas? Que tal pegar um arrastão de sobremesa?

Também é muito bom, porque, para quem se interessa, dá pra saber detalhes sobre a Cidade do Rock e ver um pouco sobre como foi a primeira noite(viram o Eric na guitarra do Capital Inicial?).

Mas a Globo é a Globo, né? Aquela mesma Globo que faz novelas, onde passa Faustão e Esquenta, onde tem Zorra e Tomara Que Caia. E os desfiles de Carnaval. Então, você achou que o Rock in Rio ia ficar imune à Carnavalização (ou Esquentalização) que a Globo tanto gosta?

O carnavalesco entrevista Baby: entrevista perdível.

Pois se enganou! Veja isto e MORRA DE VERGONHA ALHEIA! Morreu? Então aproveita pra morrer MUITO MAIS com o tal Milton Cunha (carnavalesco) entrevistando Baby Consuelo do Brasil (a partir de 7:10). PQPQPQPQPQPQPQP

Chega de inFernet por hoje!

MRJ